Vantagens


  • Por que terceirizar?
  • As transformações que estão ocorrendo, a partir do plano de estabilização econômica (plano Real), exigem das empresas brasileiras a busca pela eficácia e eficiência administrativa. A globalização da economia derrubou os muros protecionistas e colocou ao alcance dos consumidores, bens e serviços, antes impossíveis para a maioria. Essas transformações provocaram um aumento de consumo exagerado e uma situação singular de inadimplência nos diversos segmentos da sociedade.

    Diante desses fatos, a contratação de terceiros é vista como um dos caminhos mais avançados da empresa moderna. A concentração da empresa no que é estratégico para sua sobrevivência e o repasse do que não é essencial, para empresas especializadas, proporciona melhoria dos serviços e aumento da produtividade.

    Desta forma uma vez que os funcionários façam parte do nosso quadro de pessoal, toda a rotina administrativa (folha de pagamento, recolhimento de encargos, relações trabalhistas, etc.) são de nossa inteira responsabilidade.

  • Vantagens da terceirização
  • Aumento da Produtividade e Competitividade

    Terceirizando as atividades de apoio, a empresa terá mais tranqüilidade e tempo para concentrar seus esforços em sua atividade fim, buscando assim o máximo de produtividade, redução de custos e aumento da qualidade de seus produtos e serviços.

    Flexibilização do resultado econômico e financeiro

    Com a terceirização, a empresa transforma custos fixos em variáveis, tornando seu fluxo financeiro, menos vulnerável ás mudanças desfavoráveis no cenário econômico que sempre imputa às empresas gastos adicionais a medida em que, ocorrendo uma redução do seu fluxo de entrada, não conseguem rapidamente repassar este impacto para sua folha de pagamento.

    Parceria

    Uma característica relevante da Colocar, que nos diferencia das demais concorrentes, é a transparência quando da elaboração do orçamento, na prestação de contas aos nossos clientes e colaboradores e no cumprimento de todas as nossas obrigações junto a Consolidação das Leis do Trabalho, Leis da Previdência Social, Receita Federal, FGTS, Acordos e Dissídios Coletivos dos Sindicatos Patronais e dos Empregados.

  • Formas de terceirização de recursos humanos
  • O profissional é contratado por nossa empresa e fica a disposição do cliente o tempo que for necessário. A vantagem da contratante, é que além de garantirmos a qualidade do serviço, o mesmo, não possui vínculo com a empresa contratante, proporcionando-a economia com folha de pagamento e treinamento que ficam por nossa conta, sendo certo que, toda demanda trabalhista será de nossa responsabilidade.

    Havendo necessidade de reposição de funcionários em virtude de não estar satisfazendo profissionalmente ao cliente, após a informação deste, providenciaremos a substituição em tempo hábil, de maneira a atender plenamente o objetivo da contratação.

    Poderá a empresa cliente contratar o funcionário, colocado à sua disposição por ocasião do término, de contrato no caso de temporário, ou nos notificando com antecedência no caso de pessoal contratado pela C.L.T. (efetivos).

    A modalidade de prestação de serviço será executada mediante contrato próprio a cada finalidade.

    A prestação de serviços será realizada mediante o pagamento pelo cliente, do valor resultante da aplicação de uma taxa a ser calculada tomando-se por base o custo do funcionário. A taxa será demonstrada, com toda a composição dos custos operacionais, para que haja uma total transparência no preço a ser cobrado.

  • Modalidades de terceirização de recursos humanos
  • Mão-de-Obra Temporária

    Dá ao empresário a possibilidade de substituir funcionários em férias ou qualquer tipo de licença e manter a produtividade da empresa. Muito utilizada também para fazer frente a um aumento extraordinário de tarefas num período de maior produtividade programada ou não.

    A contratação pode ser feita por até 180 dias e oferece ao cliente a facilidade de reduzir ou aumentar o quadro de temporários de acordo com a demanda, podendo contratar ou não os profissionais em seu quadro de pessoal. Mesmo que sua intenção seja para a ampliação de seu quadro de efetivos a contratação inicial como temporário deve ser considerada.

    A princípio poderíamos recrutar e selecionar seus profissionais e registrá-los como temporário e ao final de 180 dias sua empresa contrata os mais competentes e estáveis, formando um quadro fixo de profissionais qualificados, tudo em conformidade com Lei nº 6019/74.

    Mão-de-Obra Efetiva

    Pessoal contratado pela "Colocar", em conformidade com a CLT, para serem alocados nas empresas contratantes, por meio de contratos de prestação de serviços.

  • Serviços abrangidos pela terceirização
    • Recrutamento e Seleção;
    • Treinamento e Desenvolvimento;
    • Atualização e controle dos registros individuais dos empregados (admissões, demissões, férias, ausências, registro de empregados, etc.);
    • Preparação das folhas de pagamento e preparação das guias de recolhimento dos respectivos encargos conforme legislação;
    • Cálculos de verbas rescisórias de contrato de trabalho e ajuda em tarefas rotineiras relacionadas a empregados demitidos;
    • Controle de rotinas trabalhistas e a preparação das guias de recolhimento do imposto de renda retido em fonte, INSS e outras quando aplicável, resultantes de contratos de trabalho com autônomos ou administradores;
    • Acompanhamento de ajustes de salário, baseados em acordos de trabalho coletivo, se aplicável, e baseadas em informações fornecidas pela companhia;
    • Cumprimento das obrigações acessórias fiscais e trabalhistas, tais como:
      1. cadastro geral de trabalhadores empregados e desempregados (CAGED);
      2. informe anual de rendimentos;
      3. declaração anual de imposto de renda retido na fonte (DIRF);
      4. relação anual de informações sociais (RAIS);
      5. guias de recolhimento a sindicatos patronais e de empregados.
    • Coordenação e controle, por meio de empresas especializadas, dos procedimentos relacionados à medicina e segurança do trabalho, tais como:
      1. coordenação de exames médicos periódicos, de admissão e de demissão;
      2. controle lógico e operacional de atividades como segurança, manutenção e limpeza, operadores de telefone, serviços gerais etc.;
      3. controle de freqüência;
      4. política geral em segurança, uso de equipamento de proteção e definição de atividades insalubres.

Copyright © 2009 - COLOCAR - Todos os direitos reservados
Rua José Paulino, 320 - 1º Andar - Sala 11 - Centro - Campinas/SP
Cep.: 13013-000 - Fone: (19) 3232-9672